sexta-feira, 4 de setembro de 2009

SEMENTES GERGELIM

Como toda semente, possui uma alta concentração de fibras, o que auxilia no bom funcionamento do intestino.
"Ele aumenta a saciedade porque tem uma carapaça de nutrientes que, até ser quebrada para que ocorra a absorção do alimento, precisa de tempo, prolongando assim a vontade de comer. E ainda existem as proteínas, que também promovem a saciedade e ajudam na prevenção de flacidez", explica a médica e nutróloga Daniela Hueb, diretora da clínica que leva seu nome (Bauru, SP).
Os benefícios do alimento como auxiliar numa dieta saudável são apontados também por Danielli Botture P. Lopes, da RG Nutri Consultoria Nutricional (SP).
Segundo a profissional, o alimento em si não emagrece, porém alguns nutrientes encontrados nele, como as fibras insolúveis, contribuem para regularizar o trato intestinal. Além disso, é ótimo para controle de glicemia sangüínea, pois proporciona maior duração da saciedade e contribui para a boa disposição.
"Para completar, por conter uma grande quantidade de cálcio em sua composição, o gergelim ajuda no controle da massa corporal gorda, agindo não só na lipólise (quebra de gordura), como na inibição da lipogênese (armazenamento de tecido adiposo)", orienta a nutricionista.
pequeno versátil
A importância desse grão, seus variados usos, peculiaridades, bem como as suas excelentes propriedades terapêuticas ganharam destaque na obra Gergelim, a semente da saúde, de Beatriz R. Assunção (ed. Alaúde, R$ 15).
Pesquisas apresentadas no livro revelam que a semente do vegetal, também conhecido como sésamo, além de altamente eficaz na lubrificação dos intestinos, possui outras capacidades importantíssimas para o corpo humano.
"Ela é muito valiosa em termos nutricionais, porém, destaca-se mesmo é por sua ação emoliente e laxante suave, pois umedece e lubrifica o intestino e estimula o peristaltismo, evitando a prisão de ventre, a hemorróida e o câncer de cólon", relata a autora.
E não é apenas essa propriedade que merece consideração: cerca de 52% de sua composição provém de gorduras insaturadas, entre elas, a lecitina, que alguns estudos apontam como provedora de efeitos positivos na regulação dos níveis de colesterol e triglicérides no sangue.
"No gergelim, a lecitina é de qualidade superior, inclusive à existente na soja, porque se apresenta na forma de emulsão, sendo mais facilmente absorvida pelo organismo", destaca Beatriz.
O grão também funciona como complemento nutricional para quem sofre sobrecarga física, tem problema de sistema nervoso ou alteração cardiovascular ou em casos de disfunção erétil. Até na medicina natural o gergelim tem vez: o óleo pode ser usado em bochechos no combate a bactérias e vírus na boca e na garganta.

SABOR E SAÚDE

No quesito nutrição, as sementinhas de gosto requintado também não deixam por menos. Pequeninas, achatadas e de coloração que varia do branco ao preto, são valiosas graças à grande quantidade de proteínas, gorduras e carboidratos, sem falar nas fibras e nos lipídios, importantes na redução do colesterol do sangue, com propriedades anticancerígenas e antioxidantes. "Também possuem alto teor de cálcio, fósforo e ferro e são ricas em vitaminas do complexo B", completa Danielli Botture.
De acordo com ela, por oferecer benefícios, o seu uso diário é de grande importância. Porém, como qualquer outro alimento, No quesito nutrição, as sementinhas de gosto requintado também não deixam por menos.
Pequeninas, achatadas e de coloração que varia do branco ao preto, são valiosas graças à grande quantidade de proteínas, gorduras e carboidratos, sem falar nas fibras e nos lipídios, importantes na redução do colesterol do sangue, com propriedades anticancerígenas e antioxidantes. "Também possuem alto teor de cálcio, fósforo e ferro e são ricas em vitaminas do complexo B", completa Danielli Botture.
De acordo com ela, por oferecer benefícios, o seu uso diário é de grande importância. Porém, como qualquer outro alimento, o consumo deve ser moderado principalmente pelo alto valor energético e de gordura que possui. "Por ser uma rica fonte de fibras insolúveis, deve-se atentar à inclusão gradativa do alimento, uma vez que fibras em excesso agridem as paredes intestinais", complementa.
A nutróloga Daniela Hueb sugere uma a duas colheres de sobremesa das sementes diariamente (podem ser cruas ou torradas, polvilhadas sobre o arroz, salada, iogurte, fruta, suco). Os derivados também entram na lista: com a farinha dá para preparar receitas de bolos, tortas, pães, aumentando o valor nutritivo da iguaria e conferindo um sabor especial à receita.

Um comentário:

Adriana disse...

Aprendi mais um pouquinhos!!